sexta-feira, 2 de julho de 2010

Sempre que o sino toca

3 comentários:

Helcio Maia disse...

Ah!!! que imagem bucólica...a capela, o sino, as folhas que atenderam ao chamado e, fiéis, ouvirão o sermão da natureza, o cântico dos sil~encios benditos.
Lua cheia...festa na aldeia!!

Bela disse...

As pessoas "cá da cidade" não sabem nem sonham com a importância que o sino da igreja faz na aldeia.
Nas férias que passei aí já nem conseguia viver sem ele, parece que até o meu corpo se regulava por ele.
Nos campos é ele que nos lembra que as horas passam, que alguém casou, morreu ou que é hora da missa.
E quando estamos sózinhos com o gado e os nossos pensamentos é ele que nos vem dizer olá de vez em quando.

Linda foto! Beijos

Fernando Santos (Chana) disse...

Bela fotografia...Espectacular....
Cumprimentos