domingo, 30 de agosto de 2009

SOU

Sou mar, sou rio ou tempestade,
Sei que choro, de alegria, tristeza ou saudade.
Necessito de estar comigo,
 Rodeada de harmonia,
Ter tempo neste tempo, 
Dos meus filhos a companhia.
 Os livros são companheiros, 
A escrita é desabafo ou compreensão,
Dos dias bem preenchidos bem alegres e de dedicação.
No meio da natureza,
Fica um dos quatro pontos cardiais, 
Neste quadro perfeito rodeada de animais. 
Por isso é primavera,
 Neste jardim a crescer e a florescer,
 Também há dias de tempestade, 
Mas é muito bom viver.


5 comentários:

Kotta disse...

E com essa qualidade de vida é mesmo bom viver.Bjo

Kotta disse...

Desculpa. Mas por favor adiciona-te novamente porque perdi os meus seguidores e comentários. Obrigada bjo.

Victor Gil disse...

Olá Maria.
Lindas palavras. Só na Beira realmente se consegue ter esta inspiração, ter o por do sol como a tua foto mostra.
Já agora outra coisa. Que coincidência: estive em Peniche esta semana.
Um beijo amiga e vizinha da Beira Alta.
Victor Gil

ONG ALERTA disse...

É mágico viver e aprender...

ONG ALERTA disse...

Com os filhos sempre não importa aonde estajam, não importa nada apenas saber sentir...